Transformação digital, digitalização e o real impacto desta estratégia no mercado mundial

Tornou-se comum o termo transformação digital no mercado mundial, principalmente, com a aceleração tecnológica que a pandemia gerou nestes últimos dois anos, mas será que de fato entendemos o real impacto desta estratégia?



Primeiro é importante diferenciarmos transformação digital de digitalização, sob o ponto de vista da abrangência de cada termo. Digitalização é o processo de tornar processos analógicos e objetos físicos em digitais. Pense em como a digitalização de documentos em papel ou o uso do armazenamento em nuvem para salvar todos os seus arquivos importantes elimina a necessidade daqueles armários pesados de arquivamento.


Já a transformação digital é uma aplicação estratégica de novas tecnologias para resolver os desafios na produtividade, eficiência, comunicação, e assim por diante. Ela se diferencia por transformar a própria estrutura de uma organização, enquanto a digitalização costuma ser apenas uma forma de facilitar certas tarefas. Aqui a tecnologia não é vista somente como uma ferramenta, mas como parte fundamental da estratégia do negócio.


O processo de transformação digital habilita as empresas a se adaptarem a uma nova era, onde as mudanças acontecem de forma rápida e continuada, e o surgimento de novas tecnologias, como a Internet das Coisas, por exemplo, devem ser estudadas para que possam ser aplicadas nas novas necessidades econômicas e sociais em nível mundial.


Um estudo do McKinsey Global Institute estima que o impacto de IoT na economia global será de 4% a 11% do produto interno bruto do planeta em 2025 (portanto, entre 3,9 e 11,1 trilhões de dólares). Até 40% desse potencial deve ser capturado por economias emergentes. No caso específico do Brasil, a estimativa é de 50 a 200 bilhões de dólares de impacto econômico anual em 2025.



As grandes corporações já entenderam este contexto e estão investindo em áreas exclusivas para inovação tecnológica, onde profissionais qualificados estão implementando metodologias e processos ágeis, como Design Thinking e Open Innovation, para validar inúmeras alternativas e cenários para os próximos anos. Mas e as pequenas e médias empresas, que representam a grande maioria do mercado mundial, como podem se preparar para este advento?


A resposta para esta pergunta é o sentido da existência da Olhar, a nossa missão é ajudar as empresas a trilharem o caminho da transformação digital, independente do seu porte ou capacidade de investimento. A partir de um modelo de terceirização, oferecemos uma visão estratégica de negócios, suportamos o processo de transformação digital e, ao atingir o grau de maturidade digital desejado, ajudamos nossos clientes a montarem seus times de inovação, oportunizando a perpetuidade dos empreendimentos de forma independente.

Ficou curioso ou tem uma ideia com potencial tecnológico, venha conversar com nossos especialistas. Como parceira da Federation of Canadian-Brazilian Businesses (FCBB) no processo de intermediação de negócios entre Brasil e Canadá, a Olhar oferece uma sessão de Briefing gratuita para os associados, estruturando as ideias, analisando a viabilidade tecnológica e oportunizando um plano de ação preliminar para que você possa iniciar o processo de transformação digital na sua empresa.


Cordialmente,


Christian Machado,

CEO e Fundador


Cristiane Oliveira Loebens Machado

Advogada especializada na área trabalhista


Jéssica Menezes

Sales Development Representative



Fontes: